Yubo logo
apple logoandroid logo
Gen Z

Obrigado, próximo

3 minutes read

- Written by Yubo Team

~ Adeus pressões e tradições do Dia dos Namorados, por que não se comprometer consigo mesmo este ano? A Geração Z está mudando as regras e desenvolvendo o amor próprio ~

Embora esta época do ano tenda a destacar os relacionamentos românticos, no Yubo acreditamos que o relacionamento mais importante que você tem é aquele que você compartilha consigo mesmo(a). Este mês, decidimos convidar alguns jovens inspiradores e fortes para refletir sobre o amor próprio, abrindo-se sobre questões que eles tiveram que superar para serem o seu "eu" mais autêntico hoje.

Fizemos uma pesquisa com mais de 35.000 dos nossos usuários de 13 a 25 anos em todo o mundo para entender melhor como eles valorizam seu relacionamento com eles mesmos, em vez de com um parceiro. Acontece que mais de um quinto (33% nos EUA e 21% no Reino Unido) se referiu ao primeiro como o "mais importante" em comparação com 16,5% citando um parceiro romântico, que ficou atrás de seu relacionamento com a família (24% nos EUA) ou com os amigos (29% no Reino Unido).

Apesar disso, metade (51%) dos indivíduos da Geração Z ainda sente que há uma pressão social para estar em um relacionamento no Dia dos Namorados. E de onde vem essa pressão?

  • Fazendo isso pelos likes: de forma surpreendente, metade (50%) dos adolescentes e jovens adultos disseram que se sentiram mais pressionados a estarem em um relacionamento no Dia dos Namorados por causa das redes sociais tradicionais
  • Eu, eu mesmo(a) e eu de novo: um quinto (21%) disse que a pressão vem de dentro deles mesmos
  • Romances na televisão: 17% dos indivíduos da Geração Z disseram que programas de TV, filmes e músicas alimentam a pressão romântica em torno do Dia dos Namorados

Embora os jovens da Geração Z priorizem o relacionamento com eles mesmos ao invés de um relacionamento romântico, revelamos que mais de dois quintos (43%) deles dizem que amar a si mesmos 'ainda é um trabalho em progresso'. No entanto, os jovens estão dando os passos necessários para amar a si mesmos, dedicando mais tempo ao cuidado próprio pelo menos algumas vezes por semana, com mais de 20% realmente reservando tempo para isso, inclusive diariamente.

Um guia para o cuidado próprio da Geração Z - conversar, dormir, exercitar-se, hidratar-se, repetir

As formas mais populares de cuidado próprio para a Geração Z são os exercícios (vindo em primeiro lugar no Reino Unido com 36,5%), dormir mais (com um sucesso esmagador nos EUA atingindo 47,7%) e conversar ou passar um tempo com amigos e família (vindo em primeiro lugar na Austrália, com mais de 38%). Isso é seguido de perto por beber mais água e fazer compras.

À luz das descobertas, o Yubo sabe que ajudar os jovens a aprender a amar a si mesmos é mais importante do que nunca, especialmente porque os confinamentos afetaram negativamente a saúde mental das pessoas com idade entre 13-24 anos. Uma pesquisa realizada com nossos usuários revelou que mais de 60% dos adolescentes britânicos e norte-americanos se sentiam deprimidos por causa da pandemia.

Para ajudá-los a aumentar sua autocompaixão neste Dia dos Namorados, o Dr. Richard Graham, Consultor Psiquiatra, Diretor Clínico da Good Thinking e membro do conselho de segurança do Yubo, revelou suas principais dicas para nos ajudar a aprender como nos tratar com mais gentileza:

  • Conforte seu corpo. Tente comer algo saudável. Deite-se e descanse um pouco. Talvez massageie seu próprio pescoço, pés ou mãos ou dê uma caminhada. Lembre-se das coisas que melhoram a forma como você se sente fisicamente e pratique-as novamente.
  • Dê a si mesmo(a) incentivo. Pense no que você diria a um bom amigo se ele estivesse enfrentando uma situação difícil ou estressante. Em seguida, diga essas mesmas palavras a si mesmo(a) para aumentar sua confiança e motivação.
  • Dedique um tempo à respiração. Dedique um tempo à respiração. Quando tudo parecer incerto ou assustador, faça uma pausa. Observe os seus sentimentos, mas concentre-se também nos sentidos do seu corpo; sinta o chão sob os seus pés. Isso fará você relaxar e te ajudará a se envolver com o que precisa.
  • Coloque no papel. Quando estiver se sentindo mais relaxado(a), anote ou imprima uma lista de suas conquistas ou das suas qualidades e guarde-a em um lugar seguro. Se você começar a duvidar de si mesmo(a), leia essas palavras novamente e respeite a pessoa que as escreveu.
  • Foque no problema: acesse a origem do que está te incomodando antes de qualquer outra coisa, para que possa descobrir como lidar com o problema. A partir daí, você pode identificar o que precisa para se sentir melhor sobre a situação e, por fim, praticar o amor próprio.

Abraçando seu "eu" verdadeiro na Internet: dando voz à nossa comunidade

Além da pesquisa, também tivemos a chance de falar com alguns de nossos incríveis usuários que aprenderam a amar e abraçar quem são ao longo do tempo e com o apoio de amigos no Yubo:

Zach (@queenzach2019 no Yubo), um jovem de 19 anos do subúrbio da Pensilvânia: “O Yubo serviu como uma zona de conforto poderosa para mim, um lugar onde pude me conectar com amigos que há poucos meses ainda nem conhecia. Por mais que o amor próprio nem sempre tenha sido fácil para mim, e mesmo que seja algo que trabalho diariamente, o Yubo tem sido um espaço seguro para eu ser eu mesmo na forma mais verdadeira da palavra.”

Mikaylah (@kaykaymid), de Long Island, NY: “Como aluna do meu primeiro ano na faculdade durante a pandemia na NYC, é difícil conhecer novas pessoas. Mesmo que eu esteja na equipe de dança, fazer amigos durante os confinamentos não tem sido fácil no campus. O Yubo aumentou bastante o meu círculo de amizades, onde a gente pode falar sobre positividade corporal, autocuidado e amor próprio, e qualquer outra coisa que esteja nas nossas mentes.”

Yubo logo

Sobre

  • Sobre Nós
  • Notícias
  • Carreira
  • Fale conosco
InstagramTwitterYoutubeTikTokLinkedIn
  • Termos de Serviço
  • Política de Privacidade
  • Política de Cookies
  • Aviso legal
Made with love in Paris